Hoje eu teria um ataque de ira tão intenso, que cortaria o cabelo no banho, o mais curto que pudesse. Ah! Eu jogaria no chão o abajur de canto e talvez batesse a porta até o vizinho acordar. Mas é que às mães só é permitido serenidade. Elas cuidam, não cabe serem cuidadas. Nos resta não ter fraqueza, mas, Meu Deus!, é só o que há em mim.