Tag Archives: ivani

Ivaní não vem mais. Pediu conta hoje cabisbaixa e cabisbaixa saiu. Não deu um mês aqui em casa. Com duas semanas, achou demais.

Achei mesmo que ela não estava se acostumando com a liberdade lá de casa. Sem hora para chegar, sem hora para sair, sem dia certo para trocar os lençóis.

_Troque quando estiver sujo, Ivaní.

E como o salário era pouco, não achava direito de cobrar qualquer coisa de Ivaní. Mas ela não se acostumou à falta de um lugar para guardar as coisas, de uma prateleira para cada coisa e para tudo me perguntava, onde fica, Natasha, cada coisa tem que ter seu lugar.

A hora de acordar é a hora do Miguel, a de comer, é quando dá fome. Ivaní, pode almoçar a qualquer hora, eu aqui vou esperar Rafael.

Ivaní é uma pessoa boa, de uma bondade triste de mãe. Uma bondade triste de não sei o que mais. Só sei que ela só ri e tem um marido bem mais velho que morava na roça e que ela diz:

_ Ele é bom para mim, é velho e muito sofrido.

 Ivaní não se acostuma com a liberdade, eu pensei. Mas vem ela um dia de manhã, com sua roupa de ir embora do serviço e me mostra a suprema liberdade. A liberdade que só tem quem não tem nada. A liberdade de não querer mais e sair. Sem outro emprego, sem outra fonte de renda, que seja. A gente se vira com o que tem. A liberdade de quem antes, pode escolher as poucas escolhas que tem.

 Ela escolheu o tempo todo. Ela testou a gente algumas semanas. Eu querendo assinar carteira e ela com um papo de que vocês tem que me testar antes. Mas ela é que testou e escolheu sair da casa que não tem lugar de guardar as coisas.

Ontem fiquei com saudade da rotina, desde que casei não tenho uma. Com o neném, tive que instituir uma rotina simples, mas é a minha própria regra e posso quebrá-la a qualquer tempo.

Ainda estou me acostumou a isso. Ivaní não se acostumou. Ivani, de sempre, tem sua suprema liberdade e foi embora, sem se justificar, embora eu não tivesse perguntado.

Vou ter que arrumar outra moça, que bote um pouquinho mais de sal no feijão. Outra moça menos perguntadeira.

 


Desde que Miguel chegou e as roupas para passar aumentaram consideravelmente, cogitamos contratar uma empregada. O problema é que como jornalista recém saída da faculdade, gastaria meu salário interino na mordomia. Entre trabalhar para ou outros e trabalhar na minha casa, ganhava mais ficando em casa e cuidando do meu filho, que ainda mama no peito.

A certeza de que este era o caminho durou alguns meses, mas foi Miguel dormir mais de 4 horas por noite e percebi que estava errada. O serviço de casa é ingrato. E sendo a casa a sua própria casa, é um trabalho ingrato que nunca acaba.

Como estava decidida a amamentar, pensei em um caminho intermediário.Assim, com meu primeiro cliente, chegou Ivani. Ivani é uma moça boa, tive muitas indicações.

O dia que ela bateu lá em casa foi um dia de muita alegria– havia tempo que não escrevia uma linha.

O empresário M. Souza

_Natasha, como é que liga essa máquina de lavar?Esses equipamentos modernos…

O empresário M. Souza acaba d

_Natasha, onde que guarda essas vasilhas?

_Nas prateleiras.

_Os copos enxuga ou é para pôr para escorrer?

_Coloca para escorrer.

O Empresário M Souza acaba de

_Eu limpo a varanda ou passo as roupas?

O Empresário M Souza acaba de inaugurar

_Natasha, não tem produto de limpeza!

_Não? Eu fiz compra ontem e poderia jurar que aqui em casa tem dois vidros de álcool.

_Álcool tem, mas tá faltando produto de limpeza.

Na tentativa de demonstrar menos minha ignorância, joguei verde:

_ Qual produto de limpeza?

_Todos – respondeu, não me dando pista alguma.

O empresário M Souza acaba de inaugurar seu restaurante especializado

_Natasha, faço o que para o almoço?

_Tem o que?

_Só tem carne moída.

_Então faz carne moída!

_Mas faço com molho de tomate, refogada, com inhame, com batata..

Procurava as respostas certas entre os vinte tipos de produtos de limpeza e as intermináveis formas de fazer carne moída.

_Refogada?!

O empresário M Souza acaba de inaugurar seu restaurante especializado em frutos do mar

_Natasha,só mais uma perguntinha…